Porque você NÃO deveria fazer a dieta flexível

Você sabia que a chance de você chegar ao peso ideal é menor do que a chance de você engordar tudo o que, com muito esforço, emagreceu?


É por isso que o que todos buscam é uma dieta que seja de fácil adaptação, que não exija muitos sacrifícios, e que dê resultados.


Há milhares de dietas que vão realmente te fazer perder peso. Entre dieta do ovo, da sopa ou a dieta flexível, todas com certeza vão te ajudar a chegar no seu objetivo. Mas chegar aonde você quer chegar é apenas uma questão de tempo. E depois? Como manter os resultados?

A chamada dieta flexível é um método que visa controlar a ingestão calórica, porém mantendo uma boa proporção entre os macronutrientes.


Ou seja: na dieta flexível você PRECISA pesar cada refeição, controlar exatamente todas as quantidades e calcular seus macronutrientes TODO SANTO DIA. Pelo resto da vida!


Além disso ser impossível na prática, a dieta flexível diz que desde que caiba dentro dos seus macros (carbos, gordura e proteína) você está livre para ingerir o que quiser. Ou seja: se você não bateu sua meta de carboidratos e deseja um brigadeiro no fim do dia, porque não? Se invés de comer comida de verdade você decidir que quer viver de mc donalds, porque não? Afinal, estando dentro dos macronutrientes estipulados, você é livre para fazer suas decisões. Eles chamam isso de “equilíbrio”. Porém liberdade de escolha sem todas as informações necessárias continua sendo uma prisão.



O que ninguém te conta é que primeiramente, para chegar a resultados realmente incríveis e duradouros é necessário o desequilíbrio. Se você quiser sucesso, você precisará estar dedicado 80, 90 ou ate 100% no seu objetivo. Se metade do ano você for sedentário e na outra metade você correr no parque, não será o suficiente para melhorar sua saúde. Assim como se você quer emagrecer, 80% das suas refeições devem ser alinhadas com o seu objetivo. “Ah então quer dizer que eu nunca mais vou poder comer um brigadeiro?” Claro que pode. Se você faz 3 refeições ao dia, em uma semana você fará 21 refeições. Numa escala de 80% na semana, você teria aproximadamente uma refeição ou duas na semana para matar algum desejo.


Fora que a ideia de equilíbrio que não faz o menor sentido, afinal se você comer metade do tempo besteiras e na outra metade salada, você VAI engordar, e ainda temos o fato de que É MUITO DIFÍCIL COMER POUCO DE COISAS QUE TE FAZEM COMER MUITO. Você não é fraco por se descontrolar na frente de um sorvete, ou de uma caixa de bombons. Você apenas está servindo ao objetivo do produto. ELE FOI CRIADO PRA TE FAZER PERDER O CONTROLE.


É difícil comer apenas um brigadeiro. É muito dificil ir no Mc Donalds e pegar apenas um lanche, sem acompanhamentos nem sobremesa. É difícil comer pouco arroz e feijão. Muito difícil comer pouca lasanha. E sabe o que TODOS esses alimentos acima têm em comum? Todos eles te fazem sentir fome rapidamente. Eles estimulam a sua insulina, o que além de reter gordura, ainda te faz sentir fome rapidamente e bagunça todo o seu sistema de sensação de saciedade.

E agora? O que comer então? Bom, a resposta é simples: comece sempre pela proteína. Ela é o MAIS IMPORTANTE. Além disso, você já viu alguém conseguir comer 10 ovos por puro prazer e compulsão? Eu nunca vi. Mas 10 pães eu já vi!

O segredo é esse: coma proteinas de origem animal, o mais natural possível (carnes frescas, ovos e peixes) até a saciedade. PROTEÍNA PRIMEIRO! De resto, procure alimentos leves, saladas, legumes e vegetais como brócolis, cenoura, abobrinha, chuchu. Eu garanto que além de emagrecer, não irá passar fome!









13 visualizações0 comentário
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle
  • Pinterest - White Circle
  • Instagram - White Circle